Crônicas

Receita de miojo

Quatro parágrafos, sendo um de apresentação do tema, dois de desenvolvimento e um de conclusão. Eis a premissa de boa redação que vigorava na época em que fiz vestibular e que persiste no Exame Nacional do Ensino Médio, mais conhecido pela sigla Enem. O concurso foi destaque esta semana nos principais jornais, quase sempre em ..

Ai de ti, Copacabana

Ai de ti, Copacabana, porque passada a véspera do teu dia não te abalaste com os sinais claros ou a voz do cronista e mantiveste intactas as tuas entranhas. Ai de ti, Copacabana, que no seio da noite continuas a dar risadas ébrias, enquanto os bêbados moribundos do amor te pisam distraidamente, dançando pelos contornos ..

Cidade lagoa

Em 1959, Moreira da Silva era sucesso com o breque que dizia: “Essa cidade que ainda é maravilhosa / Tão cantada em verso e prosa / Desde o tempo da vovó / Tem um problema vitalício e renitente / Qualquer chuva causa enchente / Não precisa ser toró”. Consagrados pelo saudoso Kid Morengueira, os versos ..

Na dobra do dia

Existe uma hora imprecisa no dia. Em todos os dias. Impossível definir se está claro ou escuro, se ainda é tarde ou a noite já chegou, cobrindo tudo com sua manta pesada. Da janela de minha sala, vejo a copa das árvores do Aterro do Flamengo, os barcos estacionados na Marina, o Museu de Arte ..

Serra da Boa Esperança

Fora os hinos dos principais clubes cariocas, só há um Lamartine Babo no cancioneiro da minha infância. Refiro-me a “Serra da Boa Esperança”, música que meus pais escutavam sempre, em gravações diversas – a do co-autor Silvio Caldas, a mais recorrente. Gostava, quando pequeno, de ficar especulando como seria esse punhado de terra no coração ..

Cenas de um casamento

A histórica Rua do Ouvidor, que já foi dos logradouros mais chiques da cidade, transformou-se nos últimos anos num pólo etílico-cultural. Muito contribuiu para isso a Livraria Folha Seca, especializada em obras sobre música, futebol e Rio de Janeiro. Uma livraria tão genuinamente carioca que promove uma pelada semanal, com direito a resenha regada a ..

O valor da saideira

A boêmia do Rio de Janeiro festeja a reabertura do boteco A Paulistinha. Depois de quatro anos de portas cerradas, o tradicional bar da Lapa voltou sem grandes inovações – e isso é um elogio. Está lá, por exemplo, a chopeira do início do século passado, que tem cem metros de serpentina e já motivou ..

Arrumações

O final de 2012 foi um tempo de arrumações. Troquei de carro, doei roupas e livros, joguei fora três sacos cheios de papel, mudei a posições dos móveis lá em casa. Certa vez me disseram que os cancerianos precisam arrumar o mundo de fora para que o mundo de dentro se arrume também, numa espécie ..